EXERCÍCIO FÍSICO E GESTAÇÃO – Dúvidas frequentes

Saúde

1- Estou grávida, posso fazer exercícios físicos?
Antes de mais nada a gestante deve obter a liberação médica e apresentá-la ao profissional de Educação Física para que um programa de exercícios seja prescrito. Geralmente o professor de Educação Física aplica um questionário para obter mais informações a respeito da gestante, com o intuito de garantir segurança no treino. Além disso, testes devem ser realizados para a verificação de sua aptidão física momentânea.

2- Quando o exercício físico na gestação é contra-indicado?
De acordo com a American College of Obstetricians and Gynecologists as contra-indicações absolutas são: doença cardíaca significamente hemodinamicamante, doença do pulmão restritiva, gestação múltipla em risco de parto prematuro, segundo ou terceiro semestre de sangramento persistente, placenta prévia após 36 semanas de gestação, parto prematuro durante a gestação atual, membranas rompidas e hipertensão induzidas pela gravidez.
Existem também as contraindicações relativas, como: anemia severa, arritmia cardíaca maternal não avaliada, bronquite crônica, diabetes tipo I pouco controlada, obesidade mórbida extrema, sobrepeso extremo, histórico de vida sedentário, restrição do crescimento intra-uterino na gravidez atual, hipertensão/pré-eclampsia pouco controlada, limitações ortopédicas, distúrbios de epilepsia pouco controlado, doença da tireóide pouco controlada, e excesso de tabagismo.

3- Estou gestante e não me exercitava antes, posso iniciar agora?
Se houver a liberação médica e você era sedentária o ideal é iniciar exercícios de baixa intensidade, realizando 15 minutos de atividade aeróbica (leve) 3 vezes por semana, e ir aumentando gradativamente, não ultrapassando 150
minutos de aeróbico por semana. A mesma regra vale para os exercícios de força.

4- Estou gestante e já treinava antes, posso continuar com o mesmo treino?
O ideal é adaptar suas práticas de exercícios físicos entre 4 a 5 vezes por semana, em sessões de 30 minutos ou mais, observando a intensidade da frequência cardíaca para que esteja entre 60-90% da frequência cardíaca máxima.

5- Gestante pode fazer musculação?
Sim! Antigamente por falta de estudos na área havia muito receio, por isso os médicos liberavam apenas caminhadas, hidroginástica ou outros exercícios mais populares. Hoje com o avanço na área sabe-se que musculação é o melhor tipo de exercício físico para essa fase da vida da mulher, e traz vários benefícios quando bem supervisionada, como: redução da gordura abdominal, manutenção do peso corporal, manutenção de flexibilidade e força, preservação da massa muscular, fortalecimento das articulações e ossos, além de prevenir dores lombares e outros desconfortos provenientes da gestação e recuperação mais rápida do corpo no pós parto.

6- A gestante pode usar as mesmas cargas que usava antes de engravidar?
Não é recomendado, uma vez que nessa fase o organismo da mulher sofre varias alterações hormonais e anatômicas. O ideal então é reduzir as cargas se baseando no treino que era feito antes e respeitando a sua individualidade. Isso garante a segurança da mãe e do bebê.

7- Quais exercícios de musculação devo evitar na gestação?
A gestante deve evitar exercícios que forcem o abdômen para fora, como os abdominais tradicionais por exemplo. Devem evitar exercícios nos quais fiquem de bruços(por razões óbvias), e evitar fazer exercícios que fiquem em posição supina(barriga para cima) por muito tempo(principalmente a partir do 2º semestre de gestação), já que esses exercícios podem causar falta de ar devido à compressão da veia cava.

8- Quais exercícios na musculação eu posso e devo fazer?
Ao contrário do que o senso comum pensa, os agachamentos são muito benéficos e devem ser feitos, desde que não exista excesso de carga axial(barras nas costas por exemplo) e desde que a gestante saiba a execução correta e não force o abdômen da maneira errada.
Quando bem feitos, os agachamentos auxiliam na melhora da postura, fortalecem a região pélvica, além de outros benefícios para saúde e estética.

Gravidez é uma fase linda na vida da mulher, por isso é importante cuidar da saúde e ter como aliados profissionais que te direcionam.
No que diz respeito a exercícios físicos na gestação é importante ter o apoio de um profissional de Educação Física para que te supervisione de forma correta, porque apesar de ser muito indicado se exercitar nessa fase, existem muitos detalhes e variáveis dos quais apenas um profissional capacitado saberá orientar para garantir sua segurança.

Informações retiradas do trabalho de conclusão de curso (TCC) da graduanda em Educação Física, sócia/proprietária da academia Summer Fit Letícia Baldo.